Arquivo para dezembro \08\UTC 2008

Ciclos

Devido aos últimos acontecimentos começo a perceber que a vida parece ser dividida por ciclos de rotina. Nascemos e nos acostumamos com o colo, com a mãe, criamos a rotina do dormir, mamar e chorar. Essa rotina se quebra com a ida a escolinha. Toda uma nova gama de acontecimentos, brincadeiras, frustações. Até que nos acostumamos e criamos a rotina do acordar cedo, escola, lição de casa, televisão. Aí a escola acaba, vivemos momentos de expectativas, indecisões, decisões, tentativas, mudanças. Faculdade, a maior lenda da nossa vida acadêmica. Nova gama de acontecimentos, brincadeiras, frustações. Até que acostumamos com a nova rotina, estudo, bar, trabalho. Quatro anos depois isso acaba. A rotina se rompe, somos confrontados com o medo de seguir com as próprias pernas. Rotina. Casa, trabalho, casa. Casa, trabalho, bar, casa. Casamento. Casa, trabalho, casa. Filhos. Casa, trabalho, casa. Aposentadoria. Nova gama de acontecimentos, brincadeiras e frustrações. Casa, casa, casa. Casa, viagem, casa. Casa.

Pra que? Cada vez mais me convenço que por mais que lutemos, sempre iremos nos acostumar com a rotina, independente de qual seja. É difícil querer sair.

A bola na garganta e a constante vontade de chorar se acostumaram a estarem presentes. Não vão sair, independente do que eu escreva aqui.

Anúncios